Fortaleza 2 (CE)

Se você nunca foi a capital do Ceará, comece do começo: com o Roteiro para Iniciantes para Fortaleza

Se você já conhece os pontos mais comuns, aventure-se por locais não tão pop e boa leitura.

Pode parecer incrível, mas muita gente que foi a Fortaleza não conheceu o centro histórico (e com isso perdeu um monte de coisa bacana). Se bem que faz até certo sentido: pessoal viaja com foco nas praias, o que a cidade tem em profusão, e acaba não dando tempo pra esse mergulho mais histórico. Alguns até se arriscam a conhecer o Mercado Municipal e só. Não sabe o que estão perdendo. Mas pra você, que teve a paciência de entrar nesse site e ler até aqui, eu conto. (Dica: escolha aquele dia nublado, sem sol pra fazer o passeio pelo centro. Ou comece bem cedo, e aproveite a praia a partir do meio dia).

Se você visitou o Dragão do Mar, então já sabe como chegar no centro histórico, que é ali perto. Você pode começar com a Catedral Metropolitana (acima, esquerda). Enorme, gótica, foi inspirada nas catedrais europeias tipo Notre Dame e Colônia (não que você precise saber como são as catedrais de Notre Dame e Colônia, “enorme” e gótica” já são o suficiente para chamar a atenção). Em frente dela você conhece o Forte Nossa Senhora de Assunção (acima, direits), construído em 1649, a Fortaleza onde nasceu e que batizou a cidade. Outros pontos que merecem sua atenção, tudo ali pertinho: o Theatro José de Alencar (abaixo, esquerda); repare na arquitetura, foi inaugurado em 1910, e faça a visita guiada gratuita, o Museu do Ceará (abaixo direita); que tem bastante material sobre escravidão e sobre o Padre Cícero; e o Mercado Municipal.

Catedral_Fortaleza Forte_assunção2theatro-jose-de-alencar museu-do-ceara

Quer praia? Então experimente o Mucuripe. Não é que seja uma novidade, mas muita gente passa por Iracema e Meirelles, mas não chega a Mucuripe, que fica no fim da orla central. Nela você pode pegar escunas para fazer um passeio pela orla até Iracema e faz um mergulho show de bola (não é o mais bonito do Brasil, mas mergulho é sempre mergulho, né?). Como é uma praia de pescadores, é irresistível parar nas barraquinhas e pedir a mais fresca e barata porção de frutos do mar de Fortaleza. Experimente rebater com uma caipirinha de caju (ou cajá) feita na hora pelos ambulantes que passam oferecendo pela praia. Um por do sol completa o ambiente perfeito (ai, ai, suspiro.. dá saudade só de lembrar).

mercado_peixes_mucuripe  peri_ceci porto_mucuripe Mucuripe

E, se você é como eu e curte mergulho, tem empresa que faz um mergulho de cilindro (esse sim, ducaralho) no Parque Estadual Marinho da Pedra da Risca do Meio, entre fevereiro e julho somente (sem fotos porque eu ainda não tinha a câmera aquática).

Para ir no Museu da Cachaça você vai ter a) alugar um carro ou b) arrumar quem te leve (mas você, como turista nível avançado a essa altura já deve ter amigos em Fortaleza, não?). Ele fica em Maranguape, num casarão do século XIX onde funcionou a primeira fábica da Ypióca.  Você vai ver a história da cachaça, o processo de fabricação e, claro, tomar umas. Ali fica o maior tonel de madeira do mundo. E tem o i-Park, que eu não visitei, mas deve ser legal levar as crianças para atividades ao ar livre e de aventura. Eu fiquei só na cachaça mesmo.

ypioca4 ypioca3

Eu só cheguei a Mundaú porque um amigo de Fortaleza me levou até lá. Uma praia sensacional, pouco conhecida, no meio do caminho entre Fortaleza e Jericoacoara. Dizem que a praia era o cenário do romance “Iracema”, de José de Alencar.  Rola um passeio de buggy pelas dunas, mas que não tem o esquema de “com emoção” comum a outras praias cearenses, você vai de boa até o alto de um paredão, ver uma paisagem sensacional do rio e do mar. Faça também o passeio de catamarã pelo rio no fim da tarde. Você passa por uma fazenda de criação de camarões e chega em dunas para fazer skibunda. De quebra, ganha um por do sol sensacional. (Tem um outro passeio de catamarã para as piscinas naturais de Mundaú, mas não consegui fazer, teria que dormir lá, mas precisei voltar).

mirante_mundau Mundau_Cearaescuna pordosol_mudau

Mais: Conheça Jericoacoara e se apaixone (em breve)

Mais: que tal ir até Lençóis Maranhenses a partir de Jericoacoara? (em breve)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *