Leon (NIC)

A Nicarágua, tenho que admitir, me surpreendeu. E um dos inúmeros lugares interessantes desse país que eu nunca tinha ouvido falar (a não ser sobre golpes de estado nos anos 80) e não dava nada, foi Leon.

Cidade da época da colonização espanhola, tal qual Antigua na Guatemala, nasceu num lugar ali perto e, depois de ser constantemente destruída por terremotos, resolveram que talvez fosse melhor reconstruí-la “um pouco mais pro lado”. E lá é quente o suficiente para que o hostel onde eu estive não ter banho quente e isso não ter feito a mínima falta.

leon1_nic  leon2_nic
leon3_nic  leon4_nic
leon5_nic  leon6_nic
leon7_nic

Como qualquer cidade colonizada por espanhóis, o que não falta são igrejas, muitas igrejas, com destaque para a Catedral principal,

catedral1_leon_nic  catedral3_leon_nic

a Iglesia de La Merced (padroeira da cidade)

iglesialamerced1_leon_nic  iglesialamerced2_leon_nic
iglesialamerced3_leon_nic

e as minhas preferidas, as mais bonitas: La Recolección (esq.) e do Calvário (dir.).

iglesialarecoleccion_leon_nic  iglesiacalcario_leon_nic

Falando em padroeira da cidade, estive lá bem no dia da festa da padroeira. Teve banda de todas as escolas da cidade, teve festa na praça, típicas daquelas de interior, com famílias e crianças para lá e para cá, vendendo de tudo

fanfarra_leon_nic  noite1_leon_nic

teve ruas decoradas com tapetes de serragem, bandeirolas e muitas, muitas imagens da Santa (e palcos de shows, e pessoas cantando hinos de louvor nas sacadas, foi uma festa).

decorac%cc%a7a%cc%83o2_leon_nic  decorac%cc%a7a%cc%83o_leon_nic
imagemsanta1_leon_nic  imagemsanta2_leon_nic

E cidade é vizinha de vários vulcões (o país tem uma porrada deles), vários ativos, e tem uma praia ótima (dizem) para o surf, o que a faz point frequente da juventude mochileira internacional. Para chegar à praia de Las Peñitas, você pode usar os serviços de transfers diários (saindo 15h e voltando 19h) que os hostels oferecem ou você pega um Chicken Bus e vai e volta a hora que quiser (além de ser bem mais barato, mas nem de longe confortável). O movimento aumenta e a coisa ferve mesmo no fim da tarde.

laspenitas1_leon_nic  laspenitas2_leon_nic

Os passeios são um capítulo à parte. Qualquer hotel ou hostel ou agência de turismo da cidade oferece o mesmo cardápio, com várias opções, dia inteiro ou pernoite, hiking leve ou pesado, a preços entre 25 e 60 dólares.

O mais popular é o Vulcão Cerro Negro, que pela sua configuração geológica única, oferece uma experiência que não tem em nenhum outro lugar do mundo: o vulcano boarding. Você desce a encosta do vulcão numa prancha de madeira.

cerronegro1_leon_nic  cerronegro2_leon_nic
cerronegro3_leon_nic  cerronegro4_leon_nic

Outro passeio para vulcão é a escalada, dificil para um cacete, do Volcan Momotombo, o maior das proximidades (e que está ativo, claro).

momotombo1_leon_nic  momotombo2_leon_nic

E há a escalada do Volcan Telica, com pernoite em barraca (que não é impermeável e se chover alaga), para que? Para ver lava, claro.

volcantelica1_leon_nic  volcantelica2_leon_nic

Um passeio que quase ninguém faz (não é dos mais baratos e, tendo que escolher onde aplicar os dólares do orçamento minguado todo mundo prefere vulcão, claro) é para as ruínas de Leon Viejo – o lugar onde os espanhóis construíram a primeira Leon, em cima de uma cidade indígena conquistada, claro – e que hoje é patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

leonviejo1_leon_nic  leonviejo2_leon_nicleonviejo3_leon_nic  leonviejo4_leon_nic

Essa visita cheia de história é seguida por um mergulho no Lago Asososca, o lago que fica na cratera de um vulcão adormecido (cuja água, apesar de não ser termal, é mais morna do que a de um lago comum).

lagoasososca1_leon_nic  lagoasososca2_leon_nic

E termina com um almoço em um dos restaurantes típicos de uma das comunidades locais, para comer o quesillo e tomar uma beberragem doce à base de cacau servida na cabaça seca de um fruto da região.

quesillo1_leon_nic  quesillo2_leon_nic

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *