Nobres & Bom Jardim (MT)

Nobres é a Bonito para quem não tem dinheiro para ir para Bonito. Enquanto Bonito é bem mais conhecida, tem seus roteiros turísticos bem estruturados já há anos e tem muito mais infra-estrutura turística (e preços mais altos, obviamente), Nobres tem o mesmo estilo de atrações turísticas, mas o receptivo turístico ainda engatinha. Nem meia dúzia de empresas de receptivo e nem uma dezena de pousadas (simples, mas extremamente simpáticas e confortáveis) estão operando na cidade, pronta para receber uma demanda que só tem a crescer. Dica para você que quer trabalhar com isso: agora é a hora de ir visitar e se estabelecer.

Nobres fica a 150km de Cuiabá. E, na verdade, onde você lê Nobres, entenda como Bom Jardim. Nobres é o nome da cidade, mas as pousadas e maioria dos atrativos ficam em Bom Jardim, que é um distrito de Nobres.

Mais: o que fazer em Cuiabá.

Mais: além de Nobres, dê um pulo na Chapada dos Guimarães. Você não vai se arrepender.

Há vários atrativos potenciais em Nobres, mas estão todos em processo de liberação junto às autoridades governamentais competentes, em estudo de viabilidade técnica-econômica-turística. As que estão liberadas ficam em Bom Jardim. De carro é muito fácil chegar a Bom Jardim. Saia em direção à Chapada dos Guimarães e, uns 20 ou 30km de estrada, há um entroncamento que você deve pegar para a esquerda. Está bem sinalizado, não tem como errar. Dali é direto atá onde não dá mais para ir reto, aí você entra a direita e mais uns 10km chegou a Bom Jardim. Mas cuidado para não passar muito rápido e nem perceber que passou, de tão pequeno que é.

Chegando em Bom Jardim você vai perceber o quão embrionária é a vocação turística do distrito. Nem uma dezena de pousadas, dois restaurantes e um supermercado, e só.  Os passeios estão todos em propriedades privadas e seguem o esquema de Bonito: você precisa comprar o voucher nas operadoras turísticas antes e os preços são fixos.

Depende do horário que você chegar a Bom Jardim, talvez não dê para fazer nenhum passeio mais longo. Um bom início, então, é o Balneário Estivado, que fica bem pertinho do centrinho de Bom Jardim. O Balneário nada mais é do que um represamento de um braço de um rio, água transparente e refrescante, em que o dono do Balneário encheu de peixes. Ótimo para almoçar, tomar uma cervejinha e ficar mergulhando em meio à peixaiada.

Balneário Estivado Peixes Balneário  Peixes_estivado2 Peixes_estivado3

Um dos passeios mais legais de Bom Jardim é o do Aquário Encantado. Dependendo do guia que você contratar, ele pode sugerir o passeio do Reino Encantado, que é basicamente a mesma coisa: flutuação em nascente de rio para ficar vendo peixe em uma águ azuladíssima e linda. A única diferença entre o Aquário Encantado e o Reino Encantado é que ficam em propriedades particulares diferentes e o primeiro tem quatro nascentes de água. Mas são basicamente iguais. Fez um, não precisa fazer o outro. Eu fui no Aquário Encantado. Ao chegar na propriedade, você vai de tratorzinho até a mata, faz uma caminhada na mata fechada até a nascente.

Aquário Encantado1 Aquário Encantado2

Mas ao chegar lá o mergulho compensa tudo. Leve uma máquina que tire fotos debaixo d’ água e divirta-se.

Aquário Encantado4 Aquário Encantado

Depois do Aquário Encantado, você parte para a flutuação no Rio Salobra, também transparente e cheio de peixes. Por quase um quilômetro é uma festa de peixes e até arraias (que eu nem sabia que davam em água doce). A mesma flutuação pode ser feita no Rio Triste. De novo, depende apenas do guia que você pegar, mas a atividade e a fauna são as mesmas.

Rio Salobra1 Rio Salobra 2 Rio SAlobra 3 Raia Rio Salobra

Ah, importante: o almoço, saboroso, está incluso no valor do passeio. Você acaba ele e volta para o centrinho de Bom Jardim a tempo de pegar o por do sol na Lagoa das Araras. No fim do dia elas voltam para a lagoa e fazem um grande algazarra. Os dias que estive por lá estavam meio chuvosos, chove-não-chove, então o sol não ajudou e o espetáculo não foi tão completo e impressionante como acho que deva ser.

 Lagoa das Araras8 Lagoa das Araras 3 Arara Lagoa das Araras6

 Um dos passeios mais celebrados é o da Cachoeira Serra Azul. Essa propriedade acabou de ser comprada pelo SESC e espere para daqui alguns anos um belo complexo turístico ali. Não recomendado para quem tem dificuldade de locomoção, pois depois de pegar os equipamentos na sede da fazenda, você precisa subir uma senhora escada.

Captura de Tela 2014-11-24 às 22.40.10 Captura de Tela 2014-11-24 às 22.46.48

Uma cachoeira cai em um poço onde você  encontra alguns peixes de boa (como foram para lá? fiquei me perguntando). Espetando banana na ponta de uma vara, dá até para fazer os peixes saltarem fora d’ água para abocanhar a fruta.

Captura de Tela 2014-11-24 às 22.45.10 Captura de Tela 2014-11-24 às 22.42.01

Há muitos outros passeios, mas alguns temporariamente suspensos, aguardando liberação. Ou seja, dois a três dias é mais do que suficiente para você fazer de tudo e mais um pouco na cidade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *