Porto Velho (RO)

O bom deste texto é que ele é rapidinho de ler. Sério, Porto Velho tem atrações turísticas que podem ser contadas nos dedos de uma mão. Do Lula.

Nem parece uma capital, e sim uma daquelas cidades do interior que você passa, roda ela inteira em algumas horas e segue seu caminho. Um dia andando pela cidade e, chegando o pôr do sol, você está pronto para ir embora.

O principal ponto de interesse é a estação de trem na beira do Rio Madeira, que é uma das pontas da histórica linha de trem Madeira-Mamoré (com mais de 100 anos já).

Captura de Tela 2015-01-19 às 22.58.10 Captura de Tela 2015-01-19 às 22.57.36 Captura de Tela 2015-01-19 às 22.57.46

Ali você visita o Museu Ferroviário, que está impecável com objetos de época, quando transportava madeira e borracha e insumos entre Porto Velho e Guajará Mirim. Interessante imaginar o perrengue que não era entrar floresta adentro naquela época.

Captura de Tela 2015-01-19 às 22.58.24 Captura de Tela 2015-01-19 às 22.59.45

E tem o passeio de barco ali pelo Rio Madeira.

passeio-barco-rio-madeira Captura de Tela 2015-01-19 às 23.03.01

De quebra, manda uma costela de tambaqui com cerveja (com vista para a ferrovia e o Rio Madeira).

Captura de Tela 2015-01-19 às 23.16.18 Captura de Tela 2015-01-19 às 23.16.02

E, por fim, você vê o pôr do sol no rio. Lindo, sem dúvida. E, para quem volta à noite, a lua é um bônus inesperadamente bonito também.

por sol rondonia1 Captura de Tela 2015-01-19 às 23.06.47

Em um dia você faz isso tudo. “Mas é possível que só tem isso”, pensei com meus botões. No dia seguinte busquei saber o que mais tinha para fazer.

“Tem a estrada de ferro Madeira-Mamoré”

“Já fui ontem”

“E a praça das Três Caixas d’Água, você já conhece?”

“Não, ainda não.”

E eu fui, então, até a Praça das Três Caixas D’água, que tem, imagine você… três caixas d´água! E só. Mais nada. Tem sua importância histórica e é o símbolo da cidade, tal qual a Torre Eiffel para Paris ou a Estátua da Liberdade para Nova York. Mas, mesmo assim, é tão-somente uma praça com três caixas d’ água. Bateu  foto, você pode ir embora.

Captura de Tela 2015-01-19 às 23.22.30 Captura de Tela 2015-01-19 às 23.22.20

Por fim, você pode dar uma volta no Parque da Cidade (ou Parque Urbano de Porto Velho), com seu imenso lago. O mais legal é o mirante, que dá uma ótima vista da cidade e principalmente, do pôr do sol.

Captura de Tela 2015-01-19 às 23.27.48 Captura de Tela 2015-01-19 às 23.28.33

Pronto, você já conhece tudo de Porto Velho. Mas não se desespere. O mais legal é, com o vasto tempo livre que resta, conversar com todo o mundo que cruza o seu caminho na cidade. Interessante ver que o estilo de vida de cidade provinciana, porque distante dos grandes centros, está se alterando abruptamente com a construção das usinas hidrelétricas de Jirau e de Santo Antônio no Rio Madeira. Milhares de trabalhadores convergiram à cidade e tudo tem se transformado, principalmente em infraestrutura e prestação de serviços (os primeiros hotéis de grande porte, de redes internacionais, estão para ser inaugurados, por exemplo). Claro que há gente contra e há gente a favor, e é um barato ouvir as diferentes argumentações e pontos de vista.

Com sorte, você encontra alguém gente fina que te leva até a periferia de Porto Velho, para ver uma coisa realmente única: a famosa árvore que, considerada morta, foi transformada em poste de fiação elétrica e voltou a florir tempos depois.

ipeposte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *