Recife (PE)

Na minha humilde opinião, Recife é uma das duas capitais do nordeste que deveria ser visitada antes de todas as outras (Salvador é a outra, caso esteja se perguntando). Por que? Bom, porque além de praias lindas, que todas elas têm, Recife tem um “plus a mais”: está carregada de história e, culturalmente falando, com o frevo e um carnaval todo típico, é um capítulo à parte. Fora que tem Olinda e Porto de Galinhas como ótimos complementos de viagem.

Mais: veja o que ver em Olinda.

Mais: a febre de Porto de Galinhas.

Mais: viaje pela Costa do mar esmeralda – de Recife a Maceió (ou vice-versa). (em breve)

Passear pelo Recife antigo é sensacional. Você vê em todo lugar construções históricas e pode perceber o quanto Maurício de Nassau foi importante para a urbanização da cidade. Comece pelo Marco Zero, onde nasceu Recife.

Marco Zero

Ande à pé por tudo aquilo ali, descobrindo a a primeira sinagoga das Américas e a Embaixada dos Bonecos Gigantes de Olinda, na Rua do Bom Jesus,

Sinagoga  Embaixada Bonecos Gigantes  Rua Bom Jesus 1 Rua Bom Jesus 2

o Observatório Cultural Torre Malakoff, o Teatro Apolo, a Rua da Moeda.

Teatro Apolo Rua da Moeda

Um passeio de catamarã pelos principais canais da cidade é um complemento ideal para conhecer todos os pontos históricos (as explicações do guia ajudam bastante). Um bônus é fazer esse passeio no fim do dia, para pegar um pôr do sol maravilhoso.

catamaran catamaran-recife-8 Captura de Tela 2015-01-20 às 23.57.39

O passeio sai do Forte das Cinco Pontas (que quando foi construído pelos holandeses tinha realmente cinco pontas. Hoje, depois de algumas reconstruções, só tem 4). O Forte guarda inclusive vários documentos e relíquias da época dos holandeses (me disseram, porque quando eu fui estava em reforma e eu não vi).

forte 2.5

Tem ponte por todo o lado do Recife Antigo, todas construídas por Maurício de Nassau quando os holandeses dominaram a cidade.

ponte-recife Captura de Tela 2015-01-24 às 01.14.06 Captura de Tela 2015-01-24 às 01.12.45

Ainda pertinho do Marco Zero, pegue um barquinho para atravessar o rio e ir até o Parque das Esculturas, uma galeria de arte a céu aberto com dezenas de obras assinadas por Francisco Brennand (guarde esse nome, ele será lembrado mais tarde). Quando eu fui estava meio abandonado, inclusive com algumas esculturas quebradas, mas era prometida uma revitalização. A conferir.

Captura de Tela 2015-01-21 às 22.36.51 Captura de Tela 2015-01-21 às 22.38.05 Captura de Tela 2015-01-21 às 23.09.32 Captura de Tela 2015-01-21 às 22.37.46

O Recife Antigo também me foi sugerido para ser visitado à noite, pois era um ponto boêmio da cidade. Mas tudo o que encontrei foram hordas e hordas de jovens bebendo vinho e destilados baratos, dois arrastões e confusão, até a chegada da polícia. Não recomendo, a não ser que você chegue cedo, entoque-se em algum bar ou restaurante e vá embora antes da meia noite. Uma pena.

WP_20141228_010

Quer ir em bares bacanas? Prefira os bares na Praia de Boa Viagem, altura do Segundo Jardim, ou mais longe um pouco, Piedade (já em Jaboatão doa Guararapes). Falando em Boa Viagem, vale um passeio pela orla, ou uma água de coco contemplando o mar verde. Só cuidado ao entrar na água. Todo mundo sabe, e várias placas ao longo da praia não deixam esquecer, que ali podem rolar ataques de tubarão. Melhor não arriscar, né?

Boa Viagem Captura de Tela 2015-01-24 às 01.01.58

Seguindo na praia de Boa Viagem, há o Parque Dona Lindu, projetado pelo onipresente e incansável Niemeyer (não dá nem pra negar, tem a cara dele).

Captura de Tela 2015-01-22 às 11.30.42 Captura de Tela 2015-01-22 às 11.18.31

Ali perto, em frente à Igreja de Nossa Senhora de Boa Viagem, rola uma feirinha noturna com pratos típicos e artesanato.

feirinha

Falando em artesanato, há a Casa de Cultura de Pernambuco, que funciona onde foi um antigo presídio (muito legal, por sinal).

Captura de Tela 2015-01-24 às 00.58.30 Captura de Tela 2015-01-24 às 00.58.08

E, conforme mencionei lá em cima no texto, voltemos a falar nos Brennand. O Francisco Brennand, o do Parque das Esculturas, transformou a casa da família em um surrealista ateliê e museu, um passeio imperdível. Entre jardins projetados por Burle Marx, você viaja por, como dizer? – exóticas, talvez? peculiares? – pinturas, painéis de azulejos e esculturas.

Captura de Tela 2015-01-22 às 11.40.00 Oficina-Francisco-Brennand Captura de Tela 2015-01-22 às 11.40.59 Captura de Tela 2015-01-22 às 11.41.15

Além da oficina do Francisco Brennad, tem o Castelo Ricardo Brennand. Não confunda, apesar de terem o mesmo sobrenome, são atrações diferentes. O castelo é um , dããã, castelo, com armas e armaduras medievais espalhadas, além de um enorme acervo de obras de arte com pinturas de Debret, Taunay, Rugendas e a maior coleção de Frans Post do mundo, além de esculturas de Botero e documentos do Brasil Império.

instituto-ricardo-brennand1 ricardo-brennand-recife ricardo-brennand2 Instituto-Ricardo-Brennand4

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *