São Paulo do Alto

Curta um top 5 dos lugares mais bacanas para ver do alto a selva de pedra da maior cidade do Brasil. Ideal para  você não conhece ninguém que mora em um dos milhares de prédios superaltos da cidade de São Paulo. E, mesmo você que tem um amigo que desfruta do privilégio de viver numa cobertura e pode apreciar o mar de concreto, todos os cinco pontos a seguir valem a visita não só pela vista.

1 – Prédio do Banespa

Também conhecido como Edifício Altino Arantes, o ex-prédio-do-Banespa-hoje-pertencente-ao-Banco-Santander é um dos mais icônicos prédios de SP, o Empire State paulistano. Fica bem no centro de São Paulo, só descer na estação São Bento e ir caminhando.

Captura de Tela 2015-07-07 às 08.09.58

O problema para visitá-lo, principalmente para quem mora na cidade e não está aqui a passeio, é que a visita rola só nos dias úteis, e num horariozinho que tá todo mundo trabalhando, das 10h às 15h. A outra é o fluxo, lento, da fila para chegar ao topo. No térreo são formados grupos de 5 a 7 pessoas. Você pega um primeiro elevador até o 26o andar. Depois, outro até o 32o. Aí anda sobe de escada até 0 34o andar, onde há um mini-museu com documentos históricos da construção do edifício, fotos e objetos antigos.

Captura de Tela 2015-07-07 às 22.05.05 Captura de Tela 2015-07-07 às 22.03.45

A subida toda leva em torno de 35 minutos. Só então seu grupo é autorizado a subir no topo, e pode ficar no máximo 5 minutos. Mas é uma vista 360o da cidade, que vale muitíssimo a pena. Ah, a  visita é gratuita. Você consegue ver Serra da Cantareira, extremo norte da cidade (esq.), a Faculdade de Direito do Largo São Francisco e a Catedral da Sé (dir.), o Mercado Municipal e muitos outros pontos conhecidos.

Captura de Tela 2015-07-07 às 08.09.42  Captura de Tela 2015-07-07 às 08.09.21

 2 – Edifício Martinelli

Do lado, a apenas alguns passos de distância, não tão alto, mas tão ou mais charmoso, fica o primeiro arranha-céu de São Paulo. As visitas, monitoradas e gratuitas, podem ser feitas de segunda a sexta, das 9h30 às 11h30 e das 14h às 16h, e de sábado e domingo, das 9h às 13h. O site (esse) diz que precisa agendamento de grupos. Eu fui sozinho, não agendei nada e fiquei esperando junto com a turma o guia-monitor chamar a gente, na entrada da Avenida São João 65.

edificiomartinelli404 marti1.620 Captura de Tela 2015-07-13 às 00.15.37

3 – Terraço Itália

Ainda no centro, mas mais perto da Estação Praça da República, fica o Edifício Itália. No terraço fica um dos restaurantes mais famosos de SP, o Terraço Itália.

Captura de Tela 2015-07-07 às 08.13.08

Se você não tem tanta grana para bancar um jantar lá, para poder apreciar a vista, não se desespere, há uma chance. Nos dias úteis (ou seja, segunda a sexta, não vale feriado), você tem das 15h às 16h para subir e apreciar a vista (o acesso é gratuito e não precisa agendar). É o único dos mirantes que é envidraçado, mas não prejudica em nada a experiência. Na foto da direita, repare no Copan (coberto com tecido azul), o nosso próximo mirante.

Captura de Tela 2015-07-07 às 08.10.32 Captura de Tela 2015-07-07 às 08.10.53

4 -Copan

Ali do lado do Terraço Itália fica o Copan, projeto de Niemeyer, com sua arquitetura inconfundível (que aliás você pode ver na foto acima). A visita é gratuita, mas você precisa agendar a visita em um dos dois horários possíveis: 10h30 ou 15h30 (dias úteis, claro). Mande um email para copansp@uol.com.br. Apesar de ser mais baixo que o vizinho Terraço Itália, não há o vidro atrapalhando a vista e a arquitetura do terraço é um atrativo à parte. À esquerda dá pra ver o Banespa e a Catedral da Sé. À direita, o Terraço Itália.

Captura de Tela 2015-07-07 às 08.15.09 Captura de Tela 2015-07-07 às 08.15.27 Captura de Tela 2015-07-07 às 08.16.43 Captura de Tela 2015-07-07 às 23.01.51

5 – MAC USP

Aqui, a mais grata surpresa do passeio. Um prédio que anteriormente pertenceu ao DETRAN foi reformado para receber o Museu de Arte Contemporânea da USP. A entrada é gratuita e ele funciona até as 17h30 – terças até as 21h

Captura de Tela 2015-07-07 às 08.20.56 Captura de Tela 2015-07-07 às 23.13.38

Do lado do Parque do Ibirapuera e de vários outros museus e monumentos importantes (Monumento às Bandeiras e Revolução de 32), tem a vista mais diferente dos 5 aqui mostrados.

Captura de Tela 2015-07-07 às 08.19.41 Captura de Tela 2015-07-07 às 08.18.04

Fora que o museu em si é uma atração que merece ser vista com muitíssima atenção e tempo.  Amplo – e vazio – tem dezenas de artistas consagrados como  Matisse, Braque, De Chirico,  Anita Malfati,  Mondigliani, Chagal, Alfredo Volpi,  Picasso, Vitor Brecheret, Miró e Roy Lichtenstein (esses foram os que eu, completo inculto em arte, consegui reconhecer. Calcula quem entende, as surpresas que não achará).

Captura de Tela 2015-07-07 às 08.20.40 Captura de Tela 2015-07-07 às 23.14.14

Mais: veja os principais pontos de São Paulo por um roteiro diferente, o Roteiro dos Sinais.

Mais: por que é essencial você conhecer o Parque do Ibirapuera. (em breve)

E, a título de curiosidade, o prédio mais alto de São Paulo, com 55 andares, é o Mirante do Vale. Não é tão famoso pois nem de perto é tão charmoso quanto os outros dessa lista e fica no Vale do Anhangabaú, o que o dá a impressão de ser mais baixo do que o Banespão e o Martinelli. Não, ele não é aberto à visitação.

mirante-do-vale

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *